Logomarca Site do Curso Saúde da Família

Sobre o curso

Especialização em Saúde da Família
O curso terá como competências e habilidades qualificar os profissionais de saúde, para o desenvolvimento de competências para a execução e coordenação de atenção à saúde da família de forma integral, em todas as fases do ciclo de vida, estabelecendo vínculo com clientes, famílias e comunidade pautado pelo respeito, responsabilidade e ética no cuidado à saúde, por meio de uma práxis humanizada, competente e de excelência.
As habilidades e competências que pretende-se com o curso de especialização em saúde da família e conforme a Política Nacional de Atenção Básica (PNAB) (BRASIL, 2011) são no que diz respeito às características do processo de trabalho das equipes de Atenção Básica:

– Definir o território de atuação e de população sob responsabilidade das UBS e das equipes;
– Programar e implementar as atividades de atenção à saúde de acordo com as necessidades de saúde da população, com a priorização de intervenções clínicas e sanitárias nos problemas de saúde segundo critérios de frequência, risco, vulnerabilidade e resiliência;
– Desenvolver ações que priorizem os grupos de risco e os fatores de risco clínico comportamentais, alimentares e/ou ambientais, com a finalidade de prevenir o aparecimento ou a persistência de doenças e danos evitáveis;
– Realizar o acolhimento com escuta qualificada, classificação de risco, avaliação de necessidade de saúde e análise de vulnerabilidade tendo em vista a responsabilidade da assistência resolutiva à demanda espontânea e o primeiro atendimento às urgências;
– Prover atenção integral, contínua e organizada à população adscrita;
– Realizar atenção à saúde na Unidade Básica de Saúde, no domicílio, em locais do território (salões comunitários, escolas, creches, praças, etc.) e outros espaços que comportem a ação planejada;
– Desenvolver ações educativas que possam interferir no processo de saúde/doença da população, no desenvolvimento de autonomia, individual e coletiva, e na busca por qualidade de vida pelos usuários;
– Implementar diretrizes de qualificação dos modelos de atenção e gestão tais como a participação coletiva nos processos de gestão, a valorização, fomento a autonomia e protagonismo dos diferentes sujeitos implicados na produção de saúde, o compromisso com a ambiência e com as condições de trabalho e cuidado, a constituição de vínculos solidários, a identificação das necessidades sociais e organização do serviço em função delas, entre outras;
– Participar do planejamento local de saúde assim como do monitoramento e a avaliação das ações na sua equipe, unidade e município; visando à readequação do processo de trabalho e do planejamento frente as necessidades, realidade, dificuldades e possibilidades analisadas;
– Desenvolver ações intersetoriais, integrando projetos e redes de apoio social, voltados para o desenvolvimento de uma atenção integral; apoiar as estratégias de fortalecimento da gestão local e do controle social; e
– Realizar atenção domiciliar destinada a usuários que possuam problemas de saúde controlados/compensados e com dificuldade ou impossibilidade física de locomoção até uma unidade de saúde, que necessitam de cuidados com menor frequência e menor necessidade de recursos de saúde e realizar o cuidado compartilhado com as equipes de atenção domiciliar nos demais casos.

 


Campus da Liberdade, Avenida da Abolição, nº 03, Centro, CEP: 62.790-000 – Redenção – CE – Brasil
Diretório de Educação Aberta e a Distância - DEAAD.
e-mail:deaad@unilab.edu.br
Tel: + 55 (85) 3332.1750
Desenvolvido pela Seção de Portais e Aplicações Web (SPA) © 2018 - DTI / Unilab